CRAV vai jogar na divisão de honra em 2019/20

Após ter sido informada da decisão da equipa sénior do CR Évora de não participar no Campeonato Nacional da Divisão de Honra , principal divisão do rugby português, em 2019/20, a Federação Portuguesa de Rubgy encetou um processo de consulta aos clubes da 1ª divisão, para preenchimento dessa vaga. Tendo em conta a ordem da classificação da presente época o primeiro clube a ser convidado foi o RC Caldas que também declinou o convite. O clube seguinte a ser convidado foi o CRAV, que após um período de reflexão e consultas a directores, técnicos e jogadores da sua equipa sénior, operado pela sua direcção de modo a  aferir se teria condições para enfrentar tal tarefa, chegou à conclusão que estariam reunidas as condições mínimas para aceitar tal desafio.
De referir que o CRAV é já um clube com fortes pergaminhos no rugby nacional, tendo disputado a principal divisão nacional do rugby por várias vezes ao longo dos seus 38 anos. Curiosamente, ao se sagrar campeão da 1ª divisão em 2017/18, o CRAV só não conseguiu o apuramento directo para jogar esta época a divisão de honra devido a uma alteração do modelo competitivo operada na altura pela federação, que reduziu os clubes que a compunham.
Esta será seguramente uma tarefa hercúlea para  o CRAV, que se verá assim obrigado a, mais cedo do que estaria à espera, conseguir reunir um conjunto suplementar de apoios por parte de todas as entidades que já contribuem de uma forma ou de outra para que o clube  exista, tais como patrocinadores, município e sócios, bem como reunir novos apoios, de forma a ser possível ter uma participação condigna, da qual todos os seus adeptos se possam orgulhar.