Centro Escutista de Arcos de Valdevez – Um ano de atividade

Escuteiros

CENTRO ESCUTISTA DE ARCOS DE VALDEVEZ

UM ANO DE ATIVIDADE

Perto de 1400 Escuteiros, realizaram mais de 2000 noites de campo no primeiro ano de atividade.

O CEAV – Centro Escutista de Arcos de Valdevez, está a ultrapassar positivamente todas as expectativas, sendo presentemente uma referência de qualidade no quadro dos Parques e Centros Escutistas de Portugal, pela qualidade dos equipamentos e instalações, e, pelas excelentes propostas que o concelho de Arcos de Valdevez oferece aos grupos nas actividades de ar livre, realizadas em pleno contacto com a natureza.

Inaugurado a 30 de maio de 2015, só entrou em funções a 3 de janeiro de 2016, após um necessário compasso de espera para optimização de meios e reforço da qualidade a apresentar aos grupos escutistas, nas vertentes do campismo e acantonamento.

Seguindo a mesma lógica, também só agora passado um ano de actividade, “ousaram” os responsáveis apresentar um balanço público, em parte impelidos pelos testemunhos que vários grupos dispensaram a este Centro Escutista:

Agrupamento 618 de Galegos Santa Maria, Núcleo de Barcelos

Fomos para descobrir um Campo na Montanha, com tranquilidade para reflectir sobre o Ano Escutista vivido em Clã, ao chegarmos embarcamos numa viagem ao espaço.

Durante o fim de semana vivemos na calma de um espaço “só nosso”, a contemplar a Natureza e a desfrutar de tudo que estava à nossa volta.

O CEAV é do melhor para acampar com uma unidade, pois oferece vários programas os quais podemos usufruir com a total pedagogia escutista. Para nós ficam as fantásticas condições do campo e o excelente acolhimento por parte do Chefe de Agrupamento”.

Agrupamento 027 de Bairro, Núcleo V.N.Famalicão

Com grande satisfação verificamos o empenho e carinho que dedicam ao acolhedor CEAV, centro escutista exemplar e cuidado.

Agradecemos ao CEAV, pela dinâmica de valores que este centro escutista transmite a quem o visita e o usa. Todas as acções implementadas são oportunidades educativas que farão parte no crescimento dos nossos escuteiros”.

Agrupamento 464 de Telhado, Barcelos

O CEAV proporcionou-nos o ambiente perfeito para a realização da nossa atividade de abertura do ano escutista 2016/2017. Dispõe de umas condições fora do comum, aliado a um cuidado pedagógico na construção de todo o imagináriodocampo.
Sem dúvida o melhor centro escutista por que já passamos”.

1ª Companhia de Francos, 2ª Companhia de Matosinhos e 3ª Companhia de “Cristo-Rei, todas femininas do Porto.

No CEAV sentimos que acampamos verdadeiramente no nosso habitat natural, rodeadas de montanhas, muita verdura e silêncio. É um local idílico, onde podemos respirar bem fundo, ótimo para grupos que, para além das muitas atividades que possam realizar fora do Campo, seja raids ou passeios em Arcos de Valdevez, necessitem de um espaço para trabalhar conteúdos programáticos de caráter mais introspetivo ou de dinâmicas em patrulha que requeiram tranquilidade.

Está 100% equipado, para todas as necessidades.

Só nos fez falta um pouco mais de sombra e a possibilidade de fazer o fogo de conselho, para fazermos mesmo fogueira, o que compreendemos que seja complicado atendendo ao risco de incêndio no tempo de verão”.

O Agrupamento 791 de Monção

Ficamos muito agradados com a qualidade e funcionalidade de todo o campo.

O local permite o desenvolvimento de todo o tipo de atividades para as várias seções quer, dentro de campo quer pela zona envolvente.

Sem dúvida um local a repetir”!

Agrupamento 503 de S. Bartolomeu – Santo Tirso

Foi com muito agrado que acantonamos no CEAV e partimos à descoberta das terras e das gentes de Arcos de Valdevez. Um local acolhedor e muito bem organizado ao qual pretendemos voltar muito em breve. Parabéns pelo magnífico centro que construíram para os escuteiros”.

Agrupamento 996, Lisboa

Após o nosso regresso, cabe-nos agradecer toda a disponibilidade e simpatia com que nos acolheram.

Com um centro assim montado dificilmente há a apontar qualquer tido de observação, apenas dizer-vos o tão agradável que foi ficar no centro.

Agrupamento 503 S. Bartolomeu – Santo Tirso

(CEAV) um local único, bem no interior do alto Minho, muito bem equipado e sobretudo muito bem cuidado, com condições fantásticas para, ora em regime de acampamento, ora em regime de acantonamento, podermos proporcionar aos nossos jovens escuteiros verdadeiras oportunidades educativas e de crescimento.

A sua localização (Rio Frio – Arcos de Valdevez) é excelente, pois pertence a uma vila com uma riqueza histórico-cultural invulgar – Arcos de Valdevez,” Onde Portugal se Fez…”

Valerá a pena lembrar que esta Vila contribui com uma área enorme para o “Parque Natural da Peneda Gerês” a partir daqui a nossa imaginação é o Limite…

Apesar da chuva foi uma atividade muito boa graças às condições do local.

Obrigado

Passaram pelo CEAV, neste primeiro ano de atividade, mais de 50 grupos oriundos de várias regiões do país e do estrangeiro: 192 Lobitos; 258 Exploradores; 320 Pioneiros; 138 Caminheiros e 450 Dirigentes, perfazendo um total de 1356 elementos e 2007 noites de campo.

Também no decorrer do ano de 2016, foram ministrados neste Centro, dois Cursos de Formação para Dirigentes, organizados pela Junta Regional de Viana do Castelo, com recurso a Chefes do Departamento Nacional de Formação.

Por sua vez, os Agrupamentos têm aproveitado Acantonamentos ou Acampamentos de Dirigentes, especialmente no início do ano escutista para elaborarem e optimizarem as suas estratégias nos respectivos agrupamentos.

A qualidade presente do CEAV não é encarada pelos responsáveis como definitiva. Continuam a investir após a inauguração em equipamentos como frigoríficos, aquecimento central, segurança e emergência, um novo alpendre iluminado com recurso a energia solar (para sensibilizar), mesas de exterior, aquisição de telescópio terrestre e binóculos de longo alcance para o “Programa Terra”, em complemento ao telescópio astronómico existente no “Programa Cosmos”.

Ao entrar para a rede nacional dos “Parques e Centros Escutistas”, o CEAV ganhou visibilidade nacional, atraindo assim para o concelho, grandes grupos de crianças, jovens e adultos do movimento, comprovando-se na prática que o esforço conjunto do Agrupamento e do Município Arcuense se revelou uma mais-valia para o escutismo e para o concelho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

CEAV 2