Equipas de sub 12 de sub 14 do CRAV deslocaram-se ao Porto para mais um Torneio

As equipas de sub 12 de sub 14 do CRAV deslocaram-se ao Porto no dia 15 de dezembro, afim de disputar mais uma jornada do torneio regional.

Inicialmente também agendada como atividade de sub 8 e sub 10, a mesma foi cancelada em virtude da previsão de mau tempo.

Contudo, a previsão de mau tempo afirmou-se categoricamente, tendo sido a chuva a grande protagonista do evento.

Com efeito,.choveu constantemente e de forma intensa durante todo o convívio, o que o condicionou fortemente, mas também ajudou a mostrar o heroísmo dos pequenos, que quiseram sempre jogar.

Deste modo, os pais presentes puderam comprovar que, mesmo com chuva forte, o Rugby é especial.

Sofia Marujo vencedora da IV Milha de Santa Eulália

André Marujo e Luís Fernandes no pódio

Os atletas do CAAV participaram na manhã de domingo, 15 de dezembro, na IV Milha de Santa Eulália disputada nas Neves, no concelho de Viana do Castelo.

Sofia Marujo dominou por completo a sua prova, cortando a meta com mais de meio minuto de vantagem nas Infantis. No mesmo escalão em Masculinos, Luís Costa alcançou o 7º lugar. Em Juvenis André Marujo e Luís Fernandes subiram ao pódio no 2º e 3º lugar respetivamente.

Classificações dos atletas do CAAV

 Infantis Femininos

1ª Sofia Marujo

Infantis Masculinos

7º Luís Costa

Juvenis Masculinos

2º André Marujo

3º Luís Fernandes

 

CRAV não consegue resultado positivo, apesar de boa exibição

CRAV 14 vs SL Benfica 35

Jogo da 2ª jornada do grupo de despromoção da Divisão de Honra, onde o CRAV defrontou o SL Benfica, um dos clubes históricos do rugby nacional. Esta temporada, os encarnados estiveram muito perto de de se qualificar para o grupo do título da divisão de honra, fruto do investimento que fizeram, dispondo de uma equipa bastante reforçada e de grande qualidade. Tarefa difícil que se antevia para os minhotos, o que se veio a confirmar no jogo. Ainda assim foram os arcuenses que inauguraram o marcador com uma penalidade, tendo na primeira metade conseguido uma exibição de boa qualidade,os  conseguindo conter os ataques visitantes e tomando a iniciativa do jogo. Com maior domínio territorial e tempo de posse de bola, o CRAV mandava no jogo, mas não conseguia converter em pontos essa superioridade, denotando muito nervosismo quando a bola chegava a zonas de finalização, cometendo, invariavelmente, algum erro que deitava tudo a perder. Ao contrário, os lisboetas, conseguiram marcar ensaios em três visitas à área de 22 metros da equipa da casa. Sendo que o último aconteceu na bola de jogo da primeira parte, num contra ataque, após perda de bola perto sua da área de validação, após um passe falhado de um atleta do CRAV que permitiu a recuperação encarnada, acabando esta metade com o parcial de 6-21.

Na segunda parte, o Benfica entrou decidido a resolver o jogo cedo, apostando na sua forte avançada, como forma de o fazer. A verdade é que o CRAV cedeu um pouco nesse início, sofrendo um ensaio (6-28), que lhe terá custado o resultado positivo que almejava. Ainda assim, os arcuenses nunca baixaram os braço, lutando sempre,tendo recuperado até aos 14 – 28, com uma penalidade e um ensaio, assinando uma das melhores exibições da época, não fossem as suas dificuldades de finalização e talvez pudesse ter obtido nesta partida um resultado mais positivo. Parecendo um pouco mais fresco fisicamente na parte final do jogo, o Benfica, numa fase que o CRAV procurava o ensaio que lhe poderia dar, no mínimo, um ponto de bónus defensivo, marcou o seu último ensaio, fixando o resultado em 14-35.

CNAV vice-campeão do torneio Ibérico de Kayak polo

O Clube náutico de Arcos de Valdevez foi uma das equipas convidadas pela organização a participar no “XI Trofeo Ibérico” que se disputou na cidade espanhola de Madrid.

Os arcuenses entraram muito bem no torneio, tendo na fase de grupos ganho as equipas do PiraguaMadrid e Oxio, empatado contra o campeão de Espanha a equipa do Retiro e apenas perdido contra a equipa do Ciencias.

Esta classificação na fase de grupo deu acesso à final do torneio, onde a equipa portuguesa voltou a perder contra a equipa do Ciencias que se sagrou campeão.

O pódio do torneio ficou definido da seguinte forma: 1º lugar Ciencias, 2º lugar CNAV e 3º Lugar Retiro.

Pelo CNAV alinharam os atletas Lucas Cunha, Jorge Marinho, Daniel Silva, Tiago Ventura e Filipe Silva.

Taça de Portugal de Kayak polo

Disputou-se no fim-de-semana de 28 e 29 de setembro, nas piscinas oceânicas de Oeiras, a taça de Portugal de Kayak polo.

O Clube Náutico de Arcos de Valdevez apresentou-se nesta prova com 18  atletas, divididos por uma equipa sénior e duas do escalão sub 16.

O Clube Fluvial de Coimbra venceu a Taça de Portugal, no escalão sénior, depois de uma final emocionante, frente ao Clube Kayak Polo da Barra que terminou com o triunfo à justa, por 4-3. Quanto à equipa arcuense, que calhou num grupo onde se encontrava estes dois finalistas, o melhor que conseguiram foi o 3º lugar nesta fase, com duas derrotas e uma vitória, o que os arredou dos 4 primeiros lugares, terminando assim este torneio na 5ª posição.

Nos sub-16, o jogo de todas as decisões acabou com o êxito da Associação Náutica do Seixal, que derrotou, o Clube Náutico de Arcos de Valdevez A, conquistando, desta forma, a Taça de Portugal de Kayak Polo 2019.

Os arcuenses tiveram em prova mais uma equipa sub16 com atletas mais novos que classificou-se na 5º posição final.

 

Atletas do CAAV em grande na II Milha Urbana de Ponte de Lima com todos no pódio

Os atletas do Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez estiveram em grande, no passado sábado, dia 28 de Setembro na II Milha Urbana de Ponte de Lima, conquistando todos eles o pódio nos seus escalões.

Classificações dos atletas do CAAV na II Milha Urbana de Ponte de Lima

1ª Infantil – Sofia Marujo

3ª Iniciada – Beatriz Gomes

3º Juvenil – André Marujo

2º Veterano – José Correia

Esta competição serviu também de prova de encerramento do Circuito Regional de Milhas Urbanas da Associação de Atletismo de Viana do Castelo.

Sofia Marujo dominou por completo este Circuito, ao ter sido a única atleta feminina entre todos os escalões a completá-lo de forma invicta vencendo todas as provas (Darque, Afife, Arcos de Valdevez e Ponte de Lima).

Pódios dos atletas do CAAV no Circuito Regional de Milhas Urbanas

1ª Infantil – Sofia Marujo

3ª Iniciada – Beatriz Gomes

3º Veterano – José Correia

João Gomes vence Bombeiro de Elite no Bom Jesus de Braga

No mesmo dia, 28 de Setembro, em Braga, também brilhou o atleta do CAAV, João Gomes em representação da Companhia de Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, vencendo no escalão Sub-25 com mais de meio minuto de avanço, com o tempo de 6m35s, a 3ª edição do Bombeiro de Elite, disputada no escadório do Bom Jesus, a maior prova europeia do género e uma das três maiores do mundo.

A prova que contou com cerca de 800 bombeiros de 136 corpos de bombeiros, oriundos de Portugal, Espanha, França, Croácia, Polónia, Luxemburgo, Ucrânia, Brasil, Cabo Verde, Alemanha e Inglaterra, consistiu em subir os 566 degraus do Escadório do Bom Jesus, em contrarrelógio com o equipamento completo de proteção individual de bombeiro (casaco de fogo, botas, calças, cogula, luvas, capacete e Aparelho Respiratório Circuito Aberto “Arica”), no menor tempo possível, com distância de 615 metros e o desnível positivo de 116 metros.

 

Charutos dos Arcos eleitos uma das “7 Maravilhas Doces de Portugal®”

Os “CHARUTOS DOS ARCOS” foram eleitos uma das “7 Maravilhas Doces de Portugal”. Para o Município de Arcos de Valdevez e para os arcuenses é um orgulho ter o reconhecimento nacional dos Charutos dos Arcos, um dos nossos doces tradicionais emblemáticos.

Depois da aldeia de Sistelo, foi a vez de a doçaria estar em destaque com a eleição dos deliciosos Charutos dos Arcos.

O Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, agradece à fantástica CLAQUE, a todos os arcuenses, comerciantes, associações e entidades parceiras pelo apoio e mobilização em torno da eleição do “CHARUTO DOS ARCOS”, uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, bem como a todos os Portugueses, que contribuíram para a obtenção desta DISTINÇÃO.

Esta eleição traz mais-valias para o concelho, atestando a qualidade da doçaria local e destaca-o a nível nacional naquilo que toca à gastronomia e turismo.

João Manuel Esteves reforça que “Esta iniciativa promove o nosso património, reforça a identidade e revitaliza a doçaria como “símbolo” nacional, sendo um estímulo à inovação e valorização dos produtos tradicionais e à dinamização económica e sociocultural dos territórios. Os doces representam a história e a tradição de cada território e são uma mostra do bom que temos e do bem que fazemos.”

A gala final realizou-se em Montemor-o-Velho com o apoio do Turismo do Centro e do Turismo de Portugal, e terminou com a revelação oficial dos 7 doces vencedores através de votação popular e em direto num programa transmitido pela RTP1 e RTP Internacional.

Nesta gala, foi homenageada, através da dança, a doçaria conventual, o papel da mulher na doçaria portuguesa e aquele que foi, numa altura em que os recursos eram poucos, o contributo popular para a nossa doçaria.

O Município de Arcos de Valdevez continuará a investir na promoção do seu território, da sua paisagem cultural e dos seus produtos locais, alavancando-se em mais esta importante distinção, e conta com todos para continuar a atrair mais-valias para o nosso turismo e economia locais.

Sub 19 do Futebol Clube do Porto fazem estágio em Arcos de Valdevez

Já há algum tempo que o concelho arcuense se destaca pela procura que tem ao nível desportivo para a realização de estágios de equipas nacionais e estrangeiras devido às boas condições que oferece para a realização de treinos e estágios.
De momento encontra-se a estagiar nas instalações desportivas arcuenses, a equipa de sub 19 do Futebol Clube do Porto. Este estágio culminará no sábado, 27 de julho, com um jogo pelas 10h30 com a equipa sénior do Maria da Fonte.
A zona desportiva de Arcos de Valdevez é composta pelo Estádio Municipal, o Estádio Municipal da Coutada, o Estádio Municipal de Rugby, uma piscina interior e outra exterior, com ginásios.
Esta procura por parte das equipas atesta a qualidade das instalações existentes e promove dinâmica económica e turística. Aspetos de grande importância que levam o nome de Arcos de Valdevez cada vez mais longe, pelos melhores motivos.

 

Joana Rocha vencedora da XXXVI Corrida de Leiro (Espanha)

O Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez participou no passado dia 7 de Julho na XXXVI Corrida de Leiro, na província de Ourense (Espanha).

Esta corrida de estrada que contou com 500 participantes foi disputada nas distâncias de 10km na prova absoluta e 2,3km para os escalões de Infantis-Iniciados e Juvenis.

Nos 10km a atleta Joana Rocha foi a grande vencedora do escalão Juniores/Sub-23 Femininos. Nos 2,3km destinados às camadas jovens, também foram agrupados os escalões de Infantis/Iniciados, tendo Sofia Marujo sido a melhor Infantil e 2ª da geral terminando próxima da vencedora Iniciada Aldara Fonseca, Campeã Galega de 3.000m. A Iniciada Beatriz Gomes foi 10ª e o Juvenil André Marujo foi 5°.

A nível absoluto, em Masculinos a prova foi vencida por Joge Puig (Vice-Campeão de Espanha de 1.500m), seguido de Fernando Rial (atual Campeão Galego de 5.000m) e do ultrafundista José Antonio Requejo (medalha de bronze no Mundial e Europeu de 100Km). Em femininos a vencedora foi Sandra Mosquera (6 vezes Campeã de Espanha).

 

Classificações dos atletas do CAAV

2,3km

Infantis/Iniciados Feminino

2ª 8.39 Sofia Marujo

10ª 10.21 Beatriz Gomes

Juvenis Masculinos

5º 8.11 André Marujo

 

10km

Juniores/Sub-23 Femininos

1ª 48.17 Joana Rocha

 

 

Academia domina Regionais de Atletismo, 4 títulos coletivos e 52 individuais

Durante o mês de junho disputaram-se os regionais de atletismo de pista, nos escalões de Infantis, Iniciados, Juvenis, Juniores e Absolutos. Estas Competições que visam encontrar os campeões regionais por equipas e individuais, decorreram espalhadas pelas Pistas: Manuela Machado (Viana do Castelo), Lousada, 1º de Maio (Braga), Vieira de Carvalho (Maia) e Centro de Lançamentos de V.N. de Cerveira. A Academia Desportiva de Arcos de Valdevez deslocou-se a todas estas competições com a sua equipa de formação, o atleta mais velho tem 18 anos, participando em todas as especialidades do atletismo, tanto feminino como em masculino. Naquele que foi um esforço coletivo épico, com alguns atletas a competirem 7 dias em duas semanas, fica um resultado histórico, com a conquista de 52 títulos regionais individuais, num total de 105 pódios, 32 de segundo lugar e 21 de terceiro, que culminou na obtenção dos títulos Regionais coletivos nos escalões de Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores, tudo no feminino.

Estes campeonatos, disputados normalmente em duas jornadas, tiveram este ano a novidade de terem sido disputados em três jornadas, o que obrigou a um esforço suplementar de atletas e Clube. Do programa destas competições fazem parte as disciplinas todas do atletismo de pista, as corridas de velocidade com e sem barreiras; as provas de meio fundo, lisas e com obstáculos; os saltos: comprimento, triplo, altura e vara; os lançamentos: dardo, disco, peso e martelo; a marcha e as estafetas. Este resultado dos atletas da Academia Desportiva de Arcos de Valdevez só é possível por conseguir competir em todas estas especialidades do atletismo, o que torna ainda mais importante este feito agora alcançado.

Pela dispersão das provas, este ano os títulos não foram entregues no local da competição, sendo que serão entregues no dia 18 de julho no Campeonato Regional de Estafetas.

Aqui fica a distribuição das medalhas:

Infantis (sub14)
Ouro 7
Prata 4
Bronze 1
Iniciados (sub16)
Ouro 6
Prata 5
Bronze 4
Juvenis (sub18)
Ouro 12
Prata 12
Bronze 6
Juniores (sub20)
Ouro 15
Prata 6
Bronze 7
Absolutos
Ouro 12
Prata 5
Bronze 3

 

CLASSIFICAÇÃO COLETIVA

INFANTIS Femininos

1º – 82,00pts – ACADEMIA DESPORTIVA DE ARCOS DE VALDEVEZ

2º – 72,00 pts – CYCLONES A C

3º – 29,00 pts – Clube de Atletismo Olímpico Vianense

4º – 25,00 pts – Associação Desportiva e Cultural da Correlhã

5º – 22,00 pts – ASS DESP AFIFENSE

6º – 19,00 pts – IND-VC INDIVIDUAL – VIANA DO CASTELO

7º – 15,00 pts – C A ARCOS VALDEVEZ

8º – 11,00 pts – A D R C LOVELHE

9º – 1,00 pts – C A MAZAREFES

 

INICIADOS Femininos

1º – 120,00 pts – ACADEMIA DESPORTIVA DE ARCOS DE VALDEVEZ

2º – 119,00 pts – Clube de Atletismo Olímpico Vianense

3º – 71,00 pts – OS GARINOS ADD

4º – 57,00 pts – CYCL CYCLONES A C

5º – 51,00 pts – C A MAZAREFES

6º – 31,00 pts – A D R C LOVELHE

7º – 18,00 pts – C A ARCOS VALDEVEZ

8º – 10,00 pts – Associação Desportiva e Cultural da Correlhã

9º – 6,00 pts – ASS DESP AFIFENSE

 

JUVENIS Femininos

1º – 228,00 pts – ACADEMIA DESPORTIVA DE ARCOS DE VALDEVEZ

2º – 70,00 pts – CYCLONES A C

3º – 41,00 pts – Clube de Atletismo Olímpico Vianense

4º – 38,00 pts – Associação Desportiva e Cultural da Correlhã

5º – 35,00 pts – OS GARINOS ADD

6º – 32,00 pts – C A MAZAREFES6

7º – 23,00 pts – A D R C LOVELHE

8º – 7,00 pts – C A ARCOS VALDEVEZ

 

JUNIORES Femininos

1º – 151,00 pts – ACADEMIA DESPORTIVA DE ARCOS DE VALDEVEZ

2º – 71,00 pts – C A MAZAREFES

3º – 28,00 pts – Clube de Atletismo Olímpico Vianense

4º – 21,00 pts – A D R C LOVELHE